A APAE de Vitória comemora no próximo domingo (7) 52 anos. Comemorar aniversário é como um ano novo. É mais uma oportunidade de buscar renovação e evolução.  A instituição do terceiro setor foi fundada em 7 de maio de 1965.

Os primeiros atendimentos eram voltados para 50 crianças e jovens com deficiência intelectual. Hoje, pessoas com deficiência intelectual e/ou múltipla e/ou autismo são atendidas nas áreas de prevenção, diagnóstico, acompanhamento clínico, pedagogia e defesa de direitos.

Sua história começou no início dos anos 60, quando funcionava em Vitória o Instituto Educacional do Espírito Santo (Inedes), que atendia crianças excepcionais. Este Instituto foi extinto e do seu patrimônio nasceu a APAE de Vitória, no dia 7 de maio de 1965. Foi a primeira APAE do Espírito Santo, portanto deu início ao Movimento Apaeano no Estado.

A instituição iniciou seus trabalhos com equipe composta de 1 diretor, 1 secretário, 6 professores e 4 profissionais da área clínica. Os atendimentos aconteciam no setor Pedagógico e no Centro de Reabilitação.

 

Atendimentos

Hoje, a APAE de Vitória atua nas áreas de assistência social, saúde e educação, em quatro centros de atendimento/serviços especializados.

Na área de saúde, mantém um laboratório e uma clínica. O Centro de Diagnóstico Dr. Américo Buaiz (CEDAB) é o único serviço de Referência em Triagem Neonatal no Estado cadastrado pelo Ministério da Saúde. Realiza cerca de 50.000 exames/ano, possibilitando diagnóstico precoce de crianças, para tratamento e acompanhamento, prevenindo a deficiência intelectual, proporcionando-lhes uma vida saudável. Realiza o Teste do Pezinho com o objetivo de diagnosticar, logo após o nascimento, patologias como a Doença Falciforme, a Fenilcetonúria e o Hipotireoidismo Congênito. O CEDAB é também a referência no Estado do Espírito Santo na triagem da Fibrose Cística.

Já o Centro Clínico Dr. Anselmo Frizera (CECAF) realiza, em média, 60.000 atendimentos terapêuticos/ano, a fim de proporcionar ao paciente um acompanhamento sistemático, individual ou em pequenos grupos, visando ao desenvolvimento sistêmico de suas potencialidades e inclusão social. Tem a participação da família. Conta com uma equipe multiprofissional, composta por técnicos nas áreas de odontologia, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, serviço social, psicologia, terapia ocupacional, médicos especialistas em genética, pediatria, neurologia e psiquiatria. Em 2007, iniciou a avaliação audiológica.

Na área de educação, a instituição mantém dois centros. O Centro de Atendimento Educacional Especializado Zezé Gabeira (CAEE) atende crianças e adolescentes de 4 a 17 anos. Atua de forma complementar ao ensino regular.

O Centro de Assistência Social Maria Luiza Dadalto engloba o Centro de Convivência, com atendimentos sócio-ocupacionais a pessoas acima de 16 anos. Também é responsável pelo programa de Voluntariado, acompanhamento às famílias e atendimento jurídico. Conta com oficinas de marcenaria, artes, meio ambiente, congo. Além de uma oficina de Cozinha Experimental que proporciona aos aprendizes e seus familiares cursos na área de gastronomia. É um espaço preparado para a qualificação profissional, na área de auxiliar de cozinha, ou para o trabalho familiar (autônomo e cooperativo), facilitando o processo de inclusão social.

 

Parcerias

Atualmente, a APAE de Vitória é mantida por alguns convênios, contratos e parcerias, dentre os quais podemos citar: Fundo Municipal de Assistência Social, através da Secretaria Municipal de Assistência Social (PMV/Semas/FMAS); Secretaria Municipal de Saúde (PMV/Semus); Sistema Único de Saúde (SUS); Secretaria de Estado da Educação (Sedu); Secretaria de Estado da Saúde ( Sesa); Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SEADH), além de empresas privadas como a Vale S/A, Multiscan, Rede Tribuna, Unimed Vitória, dentre outras.

Tem a missão de promover e articular ações de defesa de direitos e prevenção, orientações, prestação de serviços e apoio à família, direcionadas à inclusão social, à melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência e à construção de uma sociedade justa e solidária.

A APAE de Vitória destaca a importância da participação e da colaboração da sociedade em seus 52 anos de história. Agradecemos a todos que contribuem direta ou indiretamente para a continuidade de nossos atendimentos, aos pais e familiares, voluntários, empresas amigas, parceiros.