Chegamos a uma data muito especial, comemoramos hoje, 07 de maio, 50 anos de história, de atendimento especializado a pessoas com deficiência intelectual. A APAE de Vitória vai comemorar com a Sessão Solene na Assembleia Legislativa, às 18 horas. Muitas pessoas passaram por aqui, pais, mães, atendidos, voluntários, parceiros, funcionários, todos ajudaram a escrever uma parte desse meio século de história.

Vamos contar mais uma vez a história da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Vitória (APAE), instituição do terceiro setor, sem fins econômicos, referência estadual no atendimento a pessoas com deficiência intelectual e/ou múltipla e/ou autismo, em todas as faixas etárias.

Tudo começou no início dos anos 1960, quando funcionava em Vitória o Instituto Educacional do Espírito Santo (Inedes), que atendia a crianças excepcionais. Este Instituto foi extinto e do seu patrimônio nasceu a APAE de Vitória, no dia 7 de maio de 1965. Foi a primeira APAE do Espírito Santo e a que deu início ao Movimento APAEano no Estado. Hoje existem 43 Apaes no Espírito Santo.

A instituição iniciou seus trabalhos com atendimento a 50 crianças e jovens. A equipe era composta de 1 diretor, 1 secretário, 6 professores e 4 profissionais da área clínica.

Há 50 anos a instituição presta atendimento especializado a crianças, adolescentes, jovens, adultos e pessoas em fase de envelhecimento com deficiência intelectual e/ou múltipla e/ou transtorno global do desenvolvimento, nas áreas de prevenção, diagnóstico, tratamento e acompanhamento clínico, pedagógico, de inclusão no mercado de trabalho e na defesa dos direitos na sociedade.

 

MISSÃO

“Promover e articular ações de defesa de direitos e prevenção, orientações, prestação de serviços e apoio à família, direcionadas à inclusão social, à melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência e à construção de uma sociedade justa e solidária”.

 

Atendimentos

A APAE de Vitória atua nas áreas de assistência social, saúde e educação, em três centros de atendimento/serviços especializados.

Na área de saúde mantém um laboratório e uma clínica, que são:

  • Centro de Diagnóstico “Dr. Américo Buaiz” – CEDAB

No Espírito Santo, é o único serviço de Referência em Triagem Neonatal cadastrado pelo Ministério da Saúde. Realiza cerca de 50.000 exames/ano, possibilitando diagnóstico precoce de crianças, para tratamento e acompanhamento, prevenindo a deficiência intelectual. Além de participar das campanhas preventivas, a instituição realiza o “Teste do Pezinho”. É ainda a referência no Estado do Espírito Santo na triagem da Fibrose Cística.

 

  • Centro Clínico “Dr. Anselmo Frizera” – CECAF

Conta com uma equipe multiprofissional, composta por técnicos nas áreas de odontologia, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, serviço social, psicologia, terapia ocupacional, médicos especialistas em genética, pediatria, neurologia e psiquiatria. Faz avaliação audiológica. São realizados, em média, 60.000 atendimentos terapêuticos/ano, a fim de proporcionar ao paciente/atendido um acompanhamento sistemático, individual ou em pequenos grupos, visando ao desenvolvimento sistêmico de suas potencialidades e inclusão social, juntamente com a participação da família.

 Na área de educação, a instituição é mantenedora do

Centro de Atendimento Educacional Especializado Zezé Gabeira – CAEE

A antiga escola, que hoje faz um atendimento comlementar/suplementar no apoio à escolarização e no apoio à inclusão na rede regular de ensino.

 

Na área de assistência social, a APAE mantém:

  • O Centro de Convivência – Criado em 2010, com o objeitvo de atender pessoas acima de 16 anos até a fase de envelhecimento. Oferece atendimentos na modalidade de oficinas ocupacionais e profissionalizantes a 250 usuários, com o objetivo de inclusão na sociedade e no mercado de trabalho.

 

Parcerias

Atualmente, a APAE de Vitória é mantida por alguns convênios, contratos e parcerias, dentre os quais podemos citar: Fundo Municipal de Assistência Social, através da Secretaria Municipal de Assistência Social – PMV/SEMAS/FMAS; Secretaria Municipal de Saúde – PMV/SEMUS; Sistema Único de Saúde – SUS; Secretaria Estadual de Educação – SEDU; Secretaria de Estado de Saúde – SESA; Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos – SEADH, além de empresas privadas como a Vale S/A, Multiscan, Rede Tribuna de Comunicação, Buaiz Alimentos, ArcelorMittal, entre outros.

 

A APAE no Brasil

 A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) é um movimento nascido no Brasil em 11 de dezembro de 1954. Nessa data chegou ao Rio de Janeiro Beatrice Bemis, do corpo diplomático norte-americano e mãe de uma pessoa com Síndrome de Down.

Hoje são mais de 2 mil APAEs no país. É considerado o maior movimento filantrópico do Brasil e do mundo na área da pessoa com deficiência intelectual.