Uma oportunidade para agradecer e um ato de fé. Assim as famílias da APAE de Vitória definiram a participação na 12ª Romaria das Pessoas com Deficiência, realizada sábado passado (22), na programação oficial da Festa da Penha. Instituições de vários municípios do Estado participaram do evento promovido pelo Fórum de Entidades de Pessoas com Deficiência.

 

Atendidos da APAE de Vitória, seus familiares e funcionários participaram do evento católico, com faixas e camisetas. Um ônibus saiu da instituição com lotação esgotada com destino a Vila Velha.

Já na concentração, na praça Duque de Caxias, centro de Vilas Velha, os freis Paulo Roberto e Gilson Kammer conversavam com as pessoas sobre a importância da romaria.

Com cartazes e frases ditas no carro de som, os participantes reivindicaram melhorias na garantia da acessibilidade em todos os lugares, ampliação e manutenção das políticas públicas voltadas para as pessoas com deficiência. O ex-presidente da Federação das Apaes do Estado do Espírito Santo, Rodolpho Luiz Dalla Bernardina, o jornalista Fabiano Rossi e o ex-deputado Claudio Vereza faziam as reivindicações no carro de som.

 

Missa campal

 

Este ano, a missa aconteceu em frente à Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário, para garantir mais conforto aos romeiros devido à sombra das árvores. Após 1km de caminhada, às 9h30 teve início a celebração eucarística, com o padre Carlos. Ele encerrou a missa falando de esperança, que as pessoas continuem confiando em dias melhores, apesar da crise atual, e perseverando na busca pelos direitos, com simplicidade e humildade.

A Banda de Congo da APAE de Cariacica se apresentou no final, encerrando a romaria.